Skip to Store Area:

Loja Virtual

Agrobiodiversidade no Brasil: experiências e caminhos da pesquisa

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

Agrobiodiversidade no Brasil: experiências e caminhos da pesquisa

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$45,90
Acrescentar itens ao carrinho Comprar

Descrição Rápida

Este livro trata da agrobiodiversidade, em alguns de seus múltiplos aspectos. As pesquisas aqui relatadas e as discussões desenvolvidas pelos autores gravitam em torno de quatro eixos principais: populações tradicionais ou locais, seu papel atual e futuro na manutenção de agrobiodiversidade; manejo e domesticação de espécies nativas; exploração de recursos não convencionais para alimentação e agricultura; e experiências conjuntas de agricultores e pesquisadores.


A importância da agrobiodiversidade para a segurança alimentar mundial vem sendo crescentemente reconhecida, ao mesmo tempo em que sua perda tem sido motivo de preocupação. Nas últimas décadas, por várias razões, entre elas a disseminação global do modelo de produção agroindustrial, os impactos negativos sobre a diversidade de variedades locais manejada e mantida pelas comunidades de agricultores, bem como sobre a flora nativa onde se encontram parentes silvestres das culturas, têm sido sentidos em várias partes do mundo; isto acontece, em particular, em países onde a biodiversidade natural, a agrobiodiversidade e a diversidade de culturas humanas são grandes, como é o caso do Brasil. A Convenção da Diversidade Biológica define biodiversidade agrícola como “um termo amplo, que inclui todos os componentes da diversidade biológica de relevância para alimentação e agricultura, e todos os componentes da diversidade biológica que constituem o agro-ecossistema: a variedade e variabilidade de animais, plantas e micro-organismos, nos níveis genético, de espécies e de ecossistemas, que são necessários para sustentar funções-chave do agro-ecossistema, sua estrutura e processos (...)” (apud Wolff 2004). Alguns autores procuraram ampliar a definição, propondo o termo “agrodiversidade”, para incluir, além da diversidade biológica, aspectos físicos e climáticos (Brookfield & Padoch 1994), habitats e espécies fora dos sistemas agrícolas que beneficiam a agricultura e promovem as funções dos ecossistemas, bem como aspectos socioculturais e as práticas de manejo (Almekinders et al 1995 apud Brookfield & Stocking 1999), que constroem ao longo do tempo a agrobiodiversidade mantida por um grupo de agricultores, reconhecendo o papel central do conhecimento local para o manejo da diversidade. Este livro trata da agrobiodiversidade, em alguns de seus múltiplos aspectos. As pesquisas aqui relatadas e as discussões desenvolvidas pelos autores gravitam em torno de quatro eixos principais: populações tradicionais ou locais, seu papel atual e futuro na manutenção de agrobiodiversidade; manejo e domesticação de espécies nativas; exploração de recursos não convencionais para alimentação e agricultura; e experiências conjuntas de agricultores e pesquisadores.
Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.